Breaking News

“Lula tá preso, babaca”, grita Ciro Gomes a apoiadores do petista na Bahia

Ao participar de um evento da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Salvador, na tarde desta quinta-feira (5/2), o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) protagonizou bate-boca com estudantes e apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Após ouvir manifestações em favor do petista, o ex-governador do Ceará acabou se irritando ao ser chamado de corrupto por um estudante. Ciro, então, rebateu a acusação gritando três vezes: “O Lula tá preso, babaca”. Nessa hora, foi aplaudido por alguns presentes e vaiado por outros.
A frase foi a mesma usada pelo irmão de Ciro, o senador Cid Gomes (PDT-CE), ao se desentender com petistas durante o segundo turno das eleições. Após o primeiro turno, Ciro viajou para a Europa e coube a Cid comparecer a um evento de apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT), que disputava então o segundo turno com Jair Bolsonaro. 
Ao discursar, Cid disse que o PT precisava fazer uma autocrítica, o que desagradou parte da plateia. Quando o público vaiou e puxou o coro: “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”, Cid rebateu: “Lula o quê, babaca? O Lula tá preso”.

“Estratégia errada”

Depois de reeditar a frase do irmão nesta quinta-feira (7/2), Ciro prosseguiu: “Desculpa, não sou eu que condenei o Lula. Não tá na minha mão libertá-lo. Eu avisei que se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo”, gritou. 
“Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotados que fomos… Companheiros, nós fomos humilhantemente derrotados por essa estratégia. Insistir nela afunda o Brasil”, completou.



CORREIO BRASILIENSE

Nenhum comentário