Breaking News

Decreto de calamidade da governadora poderá congelar salários dos servidores

A governadora Fátima Bezerra (PT) pode ser obrigada a congelar os salários dos servidores do Estado. Isso porque, ao pedir ajuda da União após decretar calamidade financeira no RN, a não concessão de aumento salarial pode ser uma das condições do Governo Federal para a liberação de auxílio.
Em 2018, inclusive, quando o então governador Robinson Faria (PSD) também decretou calamidade financeira, recebeu essa imposição da Secretaria do Tesouro. Foi para a pasta do Ministério da Economia que Fátima Bezerra recorreu nessa quarta-feira, 2, para marcar um encontro com o secretário Mansueto Almeida em busca de ajuda.
“A União pode ajudar, mas ajuda em troca de algo. Só que a gente não sabe o que a União vai pedir e o que o Estado vai poder fazer. Então, devemos aguardar por essa tratativa da equipe da governadora com a Secretaria do Tesouro”, enfatizou José Dionísio Gomes, professor da UFRN que já ocupou a titularidade da Controladoria Geral do Município de Natal.
Outra medida imposta ao então governador Robinson Faria foi a disponibilização do acesso à base de dados dos servidores e às informações das folhas de pagamento ao Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern). O órgão, inclusive, teria de ser reestruturado com vistas ao gerenciamento dos pagamentos e nova segregação da massa ou um plano de amortização que equacionasse o déficit do regime.
A reunião com a equipe econômica dos Governos Federal e Estadual ficou indicada para o início da próxima semana. A partir daí será possível saber as condições da União para liberar ajuda ao RN.


Portal no AR

Nenhum comentário