Breaking News

“Carlos Alves achou conveniente se omitir durante a crise”, diz Robinson

O governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição, acusou o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), de se omitir “convenientemente” durante a crise que a Segurança Pública do Rio Grande do Norte enfrenta nos últimos anos. A declaração foi dada durante o último debate dos candidatos ao Governo do RN, na última terça-feira, 3.
“Carlos Alves, em momentos de crise tive que combater o crime sozinho. Você foi omisso e achou conveniente não ajudar a cidade e a população”, apontou Robinson, que já havia criticado o ex-prefeito de Natal por não colaborar durante a crise. Na época, Carlos Eduardo disse que “não havia sido chamado” por Robinson para ajudar.
O candidato do PSD rebateu as acusações que o pedetista fez à sua gestão, afirmando que ele não tem competência para criticar uma gestão estadual. “É preciso lembrar que governar uma cidade não é governar um Estado”, disse o governador.
Um dos tópicos abordados durante o debate foi a finalização das obras da Barragem de Oiticica. A intenção é que este seja o segundo maior reservatório do Estado. Ao falar sobre o assunto, Carlos Eduardo errou o nome da barragem, e foi reprovado por Robinson.
“Pelo jeito, o candidato Carlos Eduardo Alves ainda não aprendeu nem o nome da barragem de Oiticica. Imagine administrar o Estado… Oiticicas não existe”, ironizou.
Por fim, Robinson comparou sua gestão da Educação com a de Carlos Eduardo. “Eu construí 49 escolas em tempo integral. E Carlos Alves, quantas fez durante 12 anos como Prefeito? Eu recebi o Estado mais falido Nordeste e mesmo assim consegui, com perseverança, fazer mais de 1000 obras históricas para o RN”.


AGORA RN

Nenhum comentário