Breaking News

Robinson critica Carlos por uso eleitoreiro da morte de policial

O horário eleitoral da tarde de hoje (12), que normalmente reprisa o conteúdo do programa anterior, foi marcado por uma mensagem de repúdio. O programa vespertino de Robinson Faria (PSD), que tratou de segurança, fez uma crítica contundente ao programa da Coligação 100% RN por uso eleitoreiro da morte de um policial.
O marketing utilizou o depoimento de Maria Gorete, mãe do soldado Norberto de Souza Câmara, que foi baleado e morto no ano passado, para comover os telespectadores em busca de votos, usando a dor da perda de uma vida.
“A campanha não é uma guerra. Pelo contrário, é espaço democrático para debate de ideias e propostas. É lamentável que o ex-prefeito de Natal, na tentativa desesperada de conquistar votos, use a morte de policiais como propaganda política. Deprimente porque foi ele que no momento mais grave da crise na segurança tripudiou dos nossos valorosos homens da lei”, narra a nota introdutória do programa da Coligação Trabalho e Superação.
Prefeito à época, Carlos Eduardo Alves, em vez de ter dado sua contribuição para sanar a questão,  afirmou sarcasticamente que os policiais potiguares haviam levado “um totó dos bandidos”, durante os ataques a veículos e prédios públicos em 2016 devido à implantação dos bloqueadores de aparelhos celulares nos presídios.


ROBSON PIRES

Nenhum comentário