Breaking News

Em Reunião Vereadores Decidem Votar Contra Afastamento de Prefeito, Denúncia deve ser Barrada

REPRODUÇÃO DAS REDES SOCIAIS

Após admitir o recebimento de denuncia contra o prefeito municipal Targino Pereira (MDB), por suposta prática de crime politico administrativo, a Câmara Municipal de Nova Cruz deu Início ao processo que trata da cassação ou não do mandato do chefe do executivo municipal, tendo um placar extremamente desfavorável na admissibilidade da denuncia, perdendo por 10 a 2, com votos da base governista, o prefeito parece ter entrado em campo e resolvido a situação.

Em Reunião com Militância do MDB Local, na noite desta quarta-feira (04), e também com vereadores, como: Flávio Azevedo, Fátima De Ronaldo, Gabriela Melo, Álisson de Barão, e Thiago Vicente, o chefe do executivo parece ter conseguido os votos necessários para barrar a denuncia caso esta chegue ao plenário da casa, são necessários pelo menos 10 dos 13 votos para que o prefeito seja cassado.

Em Sessão transmitida mais cedo a comissão especial que analisa a denuncia recebeu a defesa do prefeito, e começará o processo de instrução. 

Pelas redes sociais diversos populares tem conclamado a população para participar de atos pró e contra a cassação do prefeito, durante a sessão ordinária de amanhã, que acontece na Câmara Municipal de Nova Cruz.

Com o Aceno de possível apoio por parte da bancada governista no ato realizado nesta quarta-feira (04), o prefeito parece ter conseguido pelo menos 05 votos, o que séria suficiente para barrar uma possível cassação, pelo plenário da Câmara.

O Fato Curioso da Noite fica pela não presença do vice-prefeito no evento, também do MDB, e que seria o principal beneficiado com uma eventual cassação do chefe do executivo municipal, cada vez mais acentua-se a ideia do distanciamento politico entre os dois.

Nenhum comentário