Breaking News

“Não sou obrigado a concordar com tudo que Ciro diz”, afirma Carlos Eduardo


Pré-candidato ao Governo do Estado, Carlos Eduardo Alves (PDT) vai votar “com convicção” no correligionário dele, Ciro Gomes, para a Presidência da República, mesmo que este tenha dito aos quatro ventos que quer “destruir o PMDB”, que no Rio Grande do Norte vai se aliar ao ex-prefeito na eleição deste ano. Para Carlos Eduardo, para votar em Ciro, não é preciso concordar com tudo que ele diz.
“Não sou obrigado a concordar com tudo que ele diz. Como não concordo com muitas coisas, até dos meus companheiros de partido. Isso é próprio da democracia”, afirmou Carlos Eduardo Alves em entrevista ao Jornal das Seis, da 96fm, acrescentando que vota “com convicção” no nome do PDT para a Presidência.
No final do mês passado, me entrevista ao programa Roda Viva, Ciro Gomes afirmou: “apenas eu escolhi e estou dando transparência que o PMDB, chega! O PMDB desestabilizou o governo Fernando Henrique e o projeto do PT. O PSDB nunca mais ganhou uma eleição no Brasil e o PT, olha o que aconteceu. Comigo não vai acontecer isso. Eu destruo ele antes, pelo caminho da democracia”.
Porém, no Rio Grande do Norte, o PMDB é um dos principais aliados de Carlos Eduardo Alves. O partido, inclusive, deve compor a chapa do ex-prefeito colocando o senador Garibaldi Alves Filho para disputar a reeleição ao lado dele.
E por que votar em Ciro Gomes? Segundo Carlos Eduardo, porque além de ser correligionário dele, é um nome de expressão do Nordeste, que foi um prefeito e um governador bem avaliado em Fortaleza e no Ceará, e que foi ministro do Governo Federal. “Acho que é um político que estuda os problemas do País, que discute bem as questões e tem condição de resolver”, afirmou.


AGORA RN

Nenhum comentário