Breaking News

Lá vem eles de novo? Brasileiros não temem possível confronto com a Alemanha


Quatro anos depois e o confronto que ainda causa terror na memória dos brasileiros pode voltar a acontecer. E dessa vez, logo nas oitavas de final, em mais um mata-mata de Copa do Mundo. Ou seja, perdeu está fora. Venceu, continua na competição. E será que lá vem eles de novo ou dessa vez a história vai ser diferente?
Segundo o matemático Tristão Garcia, a chance de Brasil e Alemanha se enfrentarem na próxima fase da Copa é de 44%. Quatro anos após o maior vexame brasileiro em Copas, o trauma parece ter sido superado pelos torcedores e jogadores brasileiros após a derrota para a Alemanha por 7 a 1. Para o estudante Renan Carrião, caso o Brasil vença a Alemanha nas oitavas, além de superar o 7 a 1, os brasileiros ganharão mais confiança para a sequência do torneio.
“Eu acho que vai ser um jogo bom, vai ser um jogo complicado, mas não estou com medo, não. Eu acho que se o Brasil enfrentar ela e passar, vai tirar a pressão do 7 a 1, por ter eliminado a Alemanha já logo no início, e vai ganhar confiança para o resto da Copa do Mundo. Acho que passando da Alemanha, o time vai ficar mais forte e o hexa vem”.
O advogado Miguel Almeida acredita que a seleção brasileira já superou a derrota para os alemães na semifinal da última Copa. Para ele, apesar do aspecto emocional dos brasileiros não estar 100%, a presença de Tite é um diferencial.
“Meu sentimento é de que o Brasil já superou aquele 7 a 1, está com um técnico melhor, o emocional não está aquela maravilha, mas eu acho que pegar a Alemanha nas oitavas vai ser um bom teste e o Brasil vai passar com certeza”.
A aposentada Eva Maria Camelo também não está muito preocupada com um possível duelo com os alemães. Segundo ela, caso o confronto ocorra, o Brasil vai avançar na competição.
“Eu não tenho medo dos alemães, de jeito nenhum. Que venham os alemães. E nós vamos ganhar, com certeza. Eu tenho confiança no Brasil e tenho certeza que o Brasil vai ganhar”.
Na opinião do estudante João Victor Dias Marques, o ideal seria que a Alemanha fosse eliminada já na fase de grupos. Ele também mostra mais preocupação com o México do que com a Alemanha, em um eventual confronto nas oitavas.
“O ideal seria mesmo que a Alemanha fosse eliminada na fase de grupo. Tem essa possibilidade. Acho que seria o cenário perfeito. Mas, passando a Alemanha, eu sinceramente não vejo com maus olhos, não. Seria ideal pegar esses adversários mais difíceis mais para a frente, mas eu vi ali os jogos do grupo até agora e me parece que o México está bem melhor do que a Alemanha. E a gente fez aquele amistoso contra eles e foi superior, então a verdade é que eu não estou com medo, não. Eu acho que pegando nas oitavas não é o ideal, mas vai dar Brasil”.
Há duas possibilidades para que as equipes voltem a se encontrar nos campos da Copa já nas oitavas de final. Se o Brasil ficar em primeiro no grupo E e a Alemanha em segundo de seu grupo ou vice e versa. E você? Prefere enfrentar a Alemanha logo de cara ou ainda sofre com o fantasma do 7 a 1? Eu prefiro acreditar no potencial dos meninos Neymar e Philippe Coutinho e partir para cima dos alemães. E como diria uma das músicas mais conhecidas no nosso país, “nós com os alemão vamos se divertir”.



AGORA RN

Nenhum comentário