Breaking News

Ator da Record se doa por mais de três horas para interpretar o Capeta em Apocalipse; veja fotos exclusivas


O fim dos tempos está se aproximando na trama de Apocalipse, novela da Record. No folhetim bíblico escrito por Vivian de Oliveira, o personagem Capeta, vivido pelo ator Guilherme Celucci, estará ao lado do poderoso Ricardo Montana (Sergio Marone), o Anticristo, quando ele fingir ressuscitar, fazendo com que o mundo se curve ao vilão, adorando-o como se fosse um deus. Para viver o diabo em Apocalipse, Chelucci passa por um complexo processo de caracterização que dura cerca de três horas. O ator precisa chegar antes de todo o elenco para iniciar a preparação com a equipe de Vavá Torres, responsável pela maquiagem e caracterização das novelas da emissora.

Um dos desafios que Guilherme Cheluccienfrentou para receber a caracterização especial foi ter que raspar o próprio cabelo. O ator conta que aceitou tirar as madeixas para possibilitar a melhor fixação dos chifres na cabeça e brinca com o fato: “Foi tranquilo, raspei numa boa, só quem não gostou muito foi minha namorada”, disse aos risos.

O responsável pela caracterização da teledramaturgia da emissora, Vavá Torres, conta que é preciso dois profissionais para realizar a caracterização do Satanás, que dura em média três horas. Vavá explica os detalhes técnicos dos efeitos utilizados:
“Antes de tudo foi feito uma forma sobre o rosto do ator. Depois é usado uma prótese de borracha, a base de látex, para aumentar o maxilar e o contorno dos olhos. Os chifres são colados com uma cola especial para este tipo de trabalho. Nós chegamos a tentar fazer uma toca de látex para não precisar raspar o cabelo do ator. Mas nas gravações externas, com o sol e calor intenso, começava a soltar, então conversamos com o ator e ele topou raspar o cabelo”, revelou.
Depois de colocado a prótese, Vavá Torres usa uma pasta acrílica para fazer a junção da pele como a prótese de borracha. Na sequência é usado uma espécie de pistolinha hidráulica, o hieróglifo, com uma tinta acrílica para pintar de maneira homogênea, fazendo a fusão final da prótese com a pele do rosto.

TV EM FOCO

Nenhum comentário