Breaking News

Site da Câmara dos Deputados trata golpe de 64 como revolução


site camara

Do UOL – O site da Câmara dos Deputados tratou o golpe de 1964 como uma revolução em um texto sobre os 50 anos da deposição do ex-presidente João Goulart. O texto foi publicado na seção “Escrevendo a História”, na qual são lembrados fatos importantes da história do Brasil.
Revolução foi e ainda é o termo usado pelos militares e apoiadores do golpe para conferir caráter positivo à derrubada de Jango. O emprego da expressão causa revolta entre vítimas do regime militar e historiadores. Algum tempo após a publicação, o site da Câmara trocou as expressões revolução por golpe, mas o termo ainda aparece quando o texto é compartilhado em redes sociais, como o Facebook.
O texto faz uma cronologia de acontecimentos ocorridos entre 1960 e 1964 que culminaram com a deposição de Jango. Antes do golpe, o ex-presidente nunca teve apoio do Congresso Nacional para implementar as chamadas reformas de base. Todas as propostas enviadas por Jango ao Legislativo eram derrotadas.
Em um trecho da cronologia, a Câmara sustenta que uma parcela da sociedade (a esquerda) queria uma “revolução” e outra defendia o golpe. “Com o passar dos dias, aumenta perigosamente a tensão política e social, com um lado se encaminhando para a revolução e o outro para o golpe de Estado”.



Fonte: RObson Pires