Breaking News

Força Nacional vai enviar tropa de 300 homens para Copa no RN


Autoridades estiveram reunidas nesta segunda no Centro Administrativo do RNA Força Nacional enviará uma tropa de 300 profissionais ao Rio Grande do Norte para a Copa do Mundo. A equipe inclui policiais militares, bombeiros, policiais civis, médicos e peritos. Os detalhes foram fechados nesta segunda-feira (17) durante reunião na nova sede do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), no Centro Administrativo. Estavam presentes no encontro a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, a governadora Rosalba Ciarlini e o novo secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, general Eliéser Girão Monteiro Filho.

Uma fonte do G1 na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social revelou que a equipe da Força Nacional será composta por 150 policiais militares, que irão reforçar o trabalho de contenção e choque; 100 bombeiros, que trabalharão na costa potiguar como guarda-vidas; 36 policiais civis; 4 médicos-legistas; e 10 peritos, entre criminais e papilocopistas.



"A parte referente a pessoal e equipamento está muito bem encaminhada. Fechamos hoje uma planilha, que será enviada ao Ministério da Defesa. Estamos monitorando todo o processo e nos colocamos à disposição do governo do Rio Grande do Norte para qualquer outra necessidade", disse Regina Miki ao G1.

A secretária informou ainda que a Senasp irá disponibilizar mais um helicóptero para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte para ser usado durante a Copa do Mundo. "Estamos entrando em contato com estados vizinhos que não serão sedes da Copa para tentar o empréstimo de um helicóptero aeromédico para trazê-lo para Natal. Essa aeronave vai auxiliar no resgate de possíveis vítimas", explicou. Atualmente, a Secretaria de Segurança do RN dispõe de apenas um helicóptero.

Na reunião também foram listados itens para aquisição ou recuperação, como cones de sinalização, grades de contenção, coletes, algemas, veículos, capacetes e câmeras de vigilância. Diante das necessidades, as autoridades deliberaram soluções e a chefe do Executivo Potiguar convocou uma nova reunião para esta sexta-feira (21), com o intuito de dar celeridade as decisões tomadas nesta manhã.




Fonte: G1/RN