Breaking News

Em protesto, transporte alternativo de Natal baixa a passagem para R$ 1,50

Permissionários do transporte alternativo protestam e ocupam Prefeitura de Natal (Foto: Felipe Gibson/G1)
O Sindicato dos Permissionários de Transporte Opcional de Passageiros do Rio Grande do Norte (Sitoparn) decidiu baixar, já a partir desta quinta-feira (6), o valor cobrado pela tarifa nos transportes alternativos de Natal. A passagem, que custa R$ 2,20, agora vale R$ 1,50. A medida é uma forma de pressionar o executivo municipal pela implantação da unificação da bilhetagem eletrônica, que devia estar em funcionamento desde o dia 25 de fevereiro.

Como não houve acordo entre os permissionários do transporte alternativo e as empresas de ônibus, a Prefeitura de Natalanunciou que irá assumir a responsabilidade pela unificação do sistema, que ainda não foi implantado.
O Seturn, sindicato que representa as empresas de ônibus, preferiu não se pronunciar sobre o assunto. A Prefeitura de Natal também não se posicionou. Já a diretoria do Sitoparn, apesar da redução no valor da tarifa, garante não irá diminuir a quantidade de veículos em circulação na cidade.
Em nota enviada à imprensa, o Sitoparn diz: “O usuário que pegar qualquer alternativo deve pagar R$ 1,50. O que cobrar mais do que isso, o passageiro não deve pagar. Fique dentro do carro e só desça na sua parada, pois esta decisão foi tomada em assembleia e só a mesma tem o poder de alterá-la. A categoria estará mobilizada para avançar a pressão em cima do Seturn. Nova assembleia dia 07/03 para avaliarmos o movimento e ver novos encaminhamentos”.


Fonte: G1/RN