Breaking News

Aeroporto Augusto Severo não terá voos comerciais na Copa no RN


Expectativa é que obras sejam concluídas na primeira quinzena de abril (Foto: Camila Torres/Inter TV Cabugi)O aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal, não receberá voos comerciais na Copa do Mundo de 2014. É o que disse nesta segunda-feira (23) o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo Vale, durante visita ao canteiro de obras do aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante na Grande Natal.

O presidente da Infraero afirmou acreditar que as obras do aeroporto ficarão prontas em abril para o início do funcionamento em maio. Segundo Gustavo Vale, não existe a possibilidade de os dois aeroportos funcionarem ao mesmo tempo. "O aeroporto Augusto Severo poderá até receber voos executivos, mas voos comerciais não", explicou.


A expectativa da Inframérica, consórcio responsável pelas construção do aeroporto, era de que as operações começassem em abril, no entanto a mudança foi confirmada nesta segunda pelo ministro da Aviação Civil, Moreira Franco. O terminal está com 94% das obras concluídas.

De acordo com o ministro da Aviação Civil, o início das operações do novo aeroporto será em 10 de maio. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu uma prazo de 10 dias a contar desta segunda-feira (24) para que as companhias aéreas encaminhem um cronograma sobre a transferências dos voos do aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal para o Governador Aluízio Alves.

Início do funcionamento do aeroporto foi adiado para maio (Foto: Camila Torres/Inter TV Cabugi)
Início do funcionamento do aeroporto foi adiado
para maio (Foto: Camila Torres/Inter TV Cabugi)
Acessos
O funcionamento do aeroporto está ligado também às obras que estão sendo feitas no entorno da estrutura. São dois acessos principais. Pela previsão, apenas o acesso norte estará concluído até lá. A expectativa é que a obra seja finalizada no mês que vem. "Como é a mesma empresa que está construindo os dois acessos, pedimos que o foco fosse lá", explica o presidente do consórcio, Alysson Paolinelli.
A obra dos acessos foi licitada em 2009, mas só teve início em agosto de 2013. O projeto, orçado em R$ 73 milhões, prevê a construção de 33,7 quilômetros de estrada duplicada, ligando o aeroporto à BR-406 pelo acesso norte e às BRs 304 e 226 pelo acesso sul. A iluminação e a sinalização dos acessos estão por conta da Prefeitura deSão Gonçalo do Amarante, que investiu R$ 1,9 milhão no projeto. As obras começam na próxima semana.




Fonte: G1/RN