Breaking News

Varejo potiguar teve crescimento de 8,8% nas vendas em 2013


O comércio varejista do Rio Grande do Norte fechou 2013 com crescimento de 8,8% nas vendas quando comparado com o resultado do ano anterior, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografica e Estatística (IBGE). A alta ficou acima da média nacional (4,3%) e foi avaliada como "extremamente positiva" pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado (Fecomercio). A entidade avalia que os investimentos públicos foram os principais responsáveis pelo resultado potiguar.
Sapatarias, lojas de roupas e de eletrodomésticos ficaram lotadas (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)
“Esto em um ano em que tivemos uma crise sem precedente no nosso turismo. O que nos salvou foram mesmo os investimentos públicos e, claro, o trabalho de cada empresário do comércio e dos serviços deste estado. Nosso segmento foi o grande responsável pela abertura de novas vagas de trabalho e, sem dúvida, assumiu a condição de locomotiva do desenvolvimento potiguar”, opina o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz.

A federação também ressalta o papel dos incentivos federais, como a redução de Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) em alguns produtos e o programa Minha Casa Melhor, responsável pelo aqueciomento do setor de móveis e eletrodomésticos. Tais fatores, segundo a Fecomercio, possibilitaram um crescimento maior do que os 7,6% de 2012.



Nove meses de aumento

Nas comparações pontuais mensais o desempenho de vendas do comércio potiguar em 2013 foi melhor do que em 2012 principalmente no primeiro semestre. No seis meses entre janeiro e junho, em cinco deles as vendas cresceram mais em 2013 do que em 2012 (janeiro, fevereiro, março, abril e maio).

Já nos seis meses compreendidos entre julho e dezembro, o desempenho do ano passado foi melhor em três (julho, setembro e novembro). No geral, foram nove meses de aumento maior de vendas em 2013, em relação a 2012.




Fonte: g1/RN