Breaking News

Ministra cancela visita a Natal e UFRN adia inauguração de laboratório

Labcen trabalha com estudo e preservação de espécies nativas (Foto: Divulgação/UFRN)
Por motivo de força maior, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, não poderá vir a Natalnesta segunda-feira (10) – impedimento que leva também ao adiamento da inauguração oficial do do Laboratório de Biotecnologia de Conservação de Espécies Nativas (Labcen). O evento teria início às 9h30 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Segundo a assessoria do Labcen, uma nova data será comunicada em breve. A informação foi repassada pelo próprio coordenador do laboratório, Magdi Aloufa, que lamenta o inconveniente.
O Labcen iniciou suas atividades há dois anos e, embora ainda sem inauguração oficial, tem sido um mecanismo de extrema importância quando o assunto é preservação de espécies nativas - sobretudo as ameaçadas de extinção - e recuperação de áreas degradadas, a exemplo da caatinga.
Além de preservar a diversidade de florestas e outros ecossistemas brasileiros, o principal objetivo do laboratório é funcionar como um banco de germoplasma, fornecendo plantas clonadas e geneticamente melhoradas para projetos de reflorestamento. "Esse tipo de laboratório é utilizado quando se pretende manter plantas para serem futuramente utilizadas no campo ou na própria natureza", destaca Magdi Aloufa.
Segundo o professor, no laboratório são pesquisadas e desenvolvidas técnicas de biotecnologia vegetal capazes de conservar até 40 mil plantas em um espaço pequeno, por meio da micropropagação, clonagem e criopreservação. "Podemos armazenar milhares de plantas em pequenos tubos sem correr o risco de destruí-las e, com a criopreservação, conservar recursos vegetais a -196 °C por tempo indeterminado", pontuou. 
Magdi Aloufa nasceu no Egito e vive no Brasil desde 1984, ano em que ingressou na UFRN como docente. Na época, Magdi foi pioneiro na implantação dos estudos em Biotecnologia no Rio Grande do Norte.


Fonte: G1/RN