Breaking News

Cearense é preso pela PF em Natal quando recebia droga via postal

A Polícia Federal prendeu em flagrante por tráfico de drogas na tarde desta segunda-feira, 17 de fevereiro, um homem de 21 anos, cearense, no momento em que ele deixava uma agência dos Correios no bairro do Alecrim, zona leste da capital potiguar, onde tinha acabado de receber uma encomenda contendo cerca de 1.000 comprimidos de metanfetamina.
Na semana passada, os policiais federais receberam a informação de que uma caixa contendo grande quantidade de comprimidos havia sido detectada quando da inspeção pelo aparelho de raios X dos Correios.
Na sexta-feira, os policiais acompanharam a entrega do objeto em um endereço no Barro Vermelho, porém, estranhamente a encomenda foi recusada pela moradora, a qual afirmou que o destinatário ali era desconhecido. A encomenda foi então levada de volta para o Centro de Entrega de Encomendas. No dia seguinte, um homem tentou recebe-la, mas como não tinha expediente, ofereceu dinheiro ao funcionário dos Correios que orientou que ele retornasse na segunda-feira, quando do reinício das atividades.
Hoje, quando ele recebia a encomenda foi abordado e chegou a correr, mas foi perseguido e dominado pelos policiais. Além da droga, com o suspeito foi encontrado, também, uma carteira de identidade falsificada. Levado para autuação na sede da PF, o acusado disse em sua defesa que conheceu uma pessoa pela internet em Belo Horizonte/MG, a qual não recorda o nome e esta lhe propôs enviar – via postal – suplemento alimentar para ser comercializado em Natal, daí a sua “surpresa” ao saber que a encomenda continha substância entorpecente.
Acompanhado por seu advogado, ele se recusou a responder outras perguntas. Uma análise preliminar feita pela perícia, confirmou que o material apreendido se tratava de metanfetamina, uma droga estimulante do sistema nervoso central, muito potente e altamente viciante. Indiciado nos crimes de tráfico de drogas, uso de documento falso e corrupção ativa, o suspeito encontra-se custodiado na Superintendência da Polícia Federal, à disposição da Justiça.
A última apreensão de droga sintética feita pela Polícia Federal no RN, tinha acontecido em dezembro de 2011, quando brasileiros foram presos no aeroporto Augusto Severo de posse de seis quilos de comprimidos de ecstasy.
*Fonte: Comunicação Social / PF-RN