Breaking News

Mãe, filho e um jovem de 22 anos são mortos a tiros dentro de táxi em Natal


Três pessoas foram mortas dentro de um táxi na madrugada desta terça-feira (24) no loteamento Aliança, na zona Norte de Natal. De acordo com a Polícia Militar, José Luênio dos Santos Silva, de 18 anos, sua mãe, Maria das Graças Santos Filho, de 52 anos, além de Hugueson Fonseca da Costa, de 22 anos, foram mortos por dois homens que fugiram em uma motocicleta. A mãe de Hugueson, que também estava no veículo conseguiu escapar, além do taxista, que não foi ferido.Também durante a madrugada, um adolescente de 17 anos foi assassinado na zona Oeste de Natal.

Segundo o tenente Júlio César Alves, do 4º Batalhão de Polícia Militar, o triplo homicídio na zona Norte aconteceu na travessa São Paulo, pouco antes de 1h. "Recebemos o chamado e quando chegamos ao local já encontramos os três mortos. O taxista disse que uma motocicleta com dois homens se aproximou atirou contra a parte de trás do veículo. Morreram só os três que iam no banco do passageiro", disse ele.
Ainda de acordo com o tenente, havia uma outra mulher que viajava no banco do carona do táxi, que seria a mãe do jovem de 22 anos. "A outra mulher era mãe do Hugueson. Ela conseguiu fugir depois que o táxi parou", acrescentou.
O tenente Júlio César Alves disse ainda que os dois jovens mortos já tinham passagem pela polícia. "Eles já tinham envolvimento com a criminalidade. Não podemos confirmar ainda, mas o crime tem características de execução", falou o policial.
Adolescente é morto na zona Oeste
Além do triplo homicídio na zona Norte, um adolescente foi morto a tiros no bairro do Bom Pastor, na zona Oeste da capital potiguar. De acordo com Polícia Militar, Leonardo Maciel da Silva, de 17 anos, estava com grupo de amigos quando dois homens em uma moto chegaram ao local atirando.
"Ele estava com um grupo de amigos quando os homens chegaram. As testemunhas disseram que quando os suspeitos se aproximaram apontaram a arma para Leonardo e disseram: - é você mesmo quem vai morrer - relatou o tenente Styvenson Valentim, do 9º Batalhão de PM.
Leonardo levou três tiros. O jovem ainda tentou fugir correndo, mas não resistiu e caiu morto poucos metros depois. A polícia ainda não tem informações sobre os suspeitos.


Fonte: G1/RN