Breaking News

Hospital investigado no RN será administrado pelo Estado, diz Saúde



A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) anunciou nesta segunda-feira (12) que a partir de janeiro o governo do Rio Grande do Nortee a Prefeitura de Currais Novos, na região Seridó, ficarão responsáveis pela administração do Hospital Regional Mariano Coelho, alvo de uma operação do Ministério Público na última quinta-feira (19). O MP investiga indícios de irregularidades na aplicação de verbas públicas na unidade hospitalar, que é administrada pela Fundação Padre João Maria, entidade da Diocese de Caicó.

De acordo com a Sesap, uma auditoria já havia identificado que o hospital funcionava com dupla porta de entrada, usando a mesma estrutura física que recebe pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) para atender os convênios e consultas particulares. A irregularidade motivou as investigações do MP.



"A Sesap comunica ainda que, a partir de janeiro de 2014, o Estado e Município passarão a administrar o referido hospital de forma plena, irrestrita e intransferível, não sendo mais possível a permanência da Fundação Padre João Maria, nem dos funcionários vinculados a ela, no interior da unidade", diz a nota enviada pela secretaria.

A Sesap acrescenta que está atenta a qualquer ato ilícito no quadro da rede estadual de saúde e informa que vem trabalhando  de maneira responsável e transparente para facilitar a disponibilização das informações solicitadas pelos órgãos de fiscalização da gestão pública.

"Apesar do hospital ser considerado pela Sesap como uma das melhores unidades da rede estadual, no se refere à estrutura física e conservação, vinha descumprindo a legislação que norteia os preceitos da universalidade e equidade, que garante assistência à saúde gratuita para a população", encerra a nota.




Fonte: G1/RN