Breaking News

Apreendido no RN, menor admite que matou o pai para defender os avós


O adolescente de 16 anos apreendido em flagrante neste final de semana suspeito de matar a facadas o próprio pai, fato ocorrido na cidade de Pendências, na região do Vale do Açu, foi ouvido pela polícia no início da tarde desta segunda-feira (30) e reafirmou, em depoimento, que agiu em legítima defesa. Contudo, não para proteger a ele mesmo, mas para defender a vida dos avós. A informação foi repassada ao G1 pelo escrivão Rodolfo Valença, da delegacia do município. Romualdo Carneiro da Silva, de 32 anos, que trabalhava como agricultor, foi ferido com golpes de faca peixeira e morreu em frente à casa dos avós do garoto, que são os pais da vítima.

“O garoto está abalado. Afinal, ele acabou matando o próprio pai. Ele contou ao delegado que não teve escolha. Matou para defender os avós”, afirmou o escrivão. Segundo relato dos avós do adolescente, que também foram ouvidos, Romualdo teria chegado em casa embriagado, discutido e tentado agredi-los. Foi quando o neto se armou e, para defender os avós, esfaqueou o pai. Valença revelou que os avós do adolescente têm 61 e 63 anos.
Ainda de acordo com o escrivão, o menor permanece apreendido na delegacia. Ele aguarda pela chegada de um promotor de Justiça que decidirá pela liberação ou pela internação do garoto em um centro para cumprimento de medidas socioeducativas. “Como foi legítima defesa, acreditamos que ele será liberado. Mas, a decisão é do promotor”, ressaltou Valença.
O crime
De acordo com o coronel Francisco Reinaldo, comandante da Polícia Militar no interior do estado, o caso aconteceu por volta das 21h deste domingo (29) em frente à casa de um dos avós do adolescente, que fica numa comunidade conhecida como Vila do Bigode, em Pendências.
“O pai teria chegado bêbado em casa. Daí relataram que houve uma discussão, uma briga. Foi quando o garoto pegou uma faca e matou o pai. Muito triste isso. É muita falta de Deus no coração”, disse o comandante.


Fonte: G1/RN