Breaking News

Aluno de 16 anos leva tiro na perna em frente a escola em Mossoró, RN


Um aluno de 16 anos foi baleado na perna em frente a escola onde estuda na manhã desta quarta-feira (23) em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O adolescente foi atingido por uma bala perdida disparada por suspeitos que estavam em uma motocicleta. O caso aconteceu próximo a Escola Estadual Jerônimo Rosado, no bairro Santo Antônio.

O coronel Alvibá Gomes, comandante da Polícia Militar na cidade, explica que os suspeitos tentavam atingir outro homem. "Fui informado que houve uma briga de gangues e que os envolvidos tentavam acertar contas", afirma. O aluno estava na calçada da escola quando foi baleado. A vítima foi levada para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, e não corre risco de morte. Os suspeitos fugiram sem serem identificados.
A Escola Estadual Jerônimo Rosado atende alunos dos ensinos fundamental e médio, e funciona nos períodos matutino e noturno.

Violência nas escolas

Andressa Caroline Fontes, de 16 anos, morta a tiros em uma escola na cidade de José da Penha, RN (Foto: Arquivo Pessoal e Carlos Adams )
Andressa Caroline Fontes, de 16 anos
(Foto: Arquivo Pessoal e Carlos Adams )
Este é o sexto caso de violência envolvendo alunos da rede pública de ensino este ano no Rio Grande do Norte. No dia 7 deste mês, um homem invadiu a Escola Municipal 4 de Outubro, no município de José da Penha, a 415 quilômetros de Natal, matou uma estudante de 16 anos e depois suicidou-se. A vítima, Andressa Caroline Fontes, era aluna do 9º ano do ensino fundamental. A polícia acredita que crime teve motivação passional, pois o suspeito estaria assediando a garota. O assassino foi identificado como José Marcos Alves, de 33 anos. Ele entrou na escola e levou a adolescente até o banheiro. "Ele tinha acesso porque prestava serviços à prefeitura e entregava materiais lá. Ele foi até a sala e chamou a menina. Ele matou ela a tiros com um revólver calibre 38 e se matou em seguida", disse o sargento.
No dia 20 de agosto, um aluno da Escola Estadual Professor Josino Macedo, na zona Norte Natal, foi alvejado com três disparos de arma de fogo quando chegava para a aula. Yuran Clisma da Costa dos Santos Antônio tem 14 anos e frequenta o 6º ano B do turno da manhã. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O suspeito, um homem sem camisa que fugiu de bicicleta, atirou várias vezes e fugiu.

No dia 16 de agosto, uma aluna de 15 anos sacou uma arma e ameaçou matar uma professoradentro da Escola Estadual Belém Câmara, no bairro de Cidade da Esperança, na zona Oeste deNatal. Um guarda patrimonial agarrou a manina na hora em que ela faria o disparo. A arma disparou e a bala atingiu o pé da adolescente.

Na delegacia, a aluna disse que está arrependida do que fez. Chorando, a adolescente relatou com detalhes o que aconteceu, explicou como conseguiu a arma e, por último, revelou que tem vontade de pedir perdão à professora. “A vontade que eu tenho é de pedir, de joelhos, perdão a ela. Só que eu não sei se ela vai me perdoar. Ela não vai me perdoar pelo que eu fiz porque eu não pensei na família dela e não pensei na minha família” (veja o vídeo ao lado).
Josimar Souza morreu dentro da sala de aula (Foto: Marcelino Neto)
Josimar Souza morreu dentro da sala de aula
(Foto: Marcelino Neto)
Em 21 de maio, na cidade de Porto do Mangue, a 235 quilômetros de Natal, um adolescente de 16 anos foi apreendido apósmatar a facadas o estudante Josimar Arruda de Souza, de 20 anos.
O crime aconteceu dentro da sala de aula da Escola Estadual Professora Josélia de Souza Silva. Segundo depoimento do menor à polícia, ele atacou o colega pelo fato de Josimar ter chamado a namorada do suspeito de “gostosa”. 
Ytaelson da Paz foi morto a tiros nesta quarta (12) em Macaíba (Foto: Arquivo da família)
Ytaelson da Paz foi morto a tiros em Macaíba
(Foto: Arquivo da família)
No dia 12 de junho, outro crime chocou o estado. O estudante Ytaelson Costa da Paz, de 17 anos, foi morto a tiros na porta da Escola Estadual Auta de Souza, em Macaíba, cidade da Grande Natal. Um adolescente de 14 anos foi apreendido e admitiu a autoria do crime à polícia. O assassinato foi motivado por uma briga entre os dois adolescentes em uma festa no Natal do ano passado. Os dois estudavam na mesma sala.

O chefe de investigação da delegacia de Macaíba, Elialdo Moura, disse que o adolescente infrator esperou o rival sair da escola para cometer o crime. "Ele ficou do lado de fora. Assim que a vítima saiu, ele se aproximou, sacou o revólver e efetuou os disparos", falou.



Fonte: G1/RN