Breaking News

Agentes encontraram buraco e impedem fuga em cadeia feminina


As agentes penitenciárias que trabalham na cadeia feminina de Parnamirim encontraram um buraco em uma das celas da unidade. No local, estavam 48 mulheres, de um total 128 detidas no presídio. De acordo com a direção, as presas passaram o final de semana abrindo a parede para terem acesso ao pátio.
 

 
Depois disso, elas usariam uma “Teresa”, nome dado a uma corda feita com vários lençóis amarrados. Rosenquele Marinho, diretora da cadeia, disse aoPortal BO que as presas podem ter começado a cavar ainda na semana passada, mas, para não chamar atenção, elas fizeram de maneira cautelosa.
Com a descoberta do buraco, as 48 mulheres que estavam na cela 2 foram transferidas para a cela 1, onde já estavam outras 50, deixando o local superlotado. Uma das mulheres detidas disse para a reportagem que a ideia partiu de oito presas e que essas oito ameaçaram as demais para que elas não entregassem o plano de fuga.
Além da “Teresa” apreendida, as agentes encontraram materiais usados para a abertura do buraco, inclusive parte de um motor de ventilador. Ainda de acordo com Rosenquele Marinho, a maioria das mulheres presas na unidade praticaram crimes de tráfico de drogas.


Fonte: Portal B.O