Breaking News

Tilápia entra na merenda escolar de cidades do interior do RN

Hambúrguer de tilápia é uma das novas opções no cardápio das escolas de Apodi (Foto: Fred Veras)Uma das referências na criação de tilápias em cativeiro no Rio Grande do Norte, o município de Apodi, na região Oeste, inicia uma nova fase para promover melhorias na qualidade da merenda escolar e fomentar o desenvolvimento da agricultura familiar. Um projeto implantando na cidade prevê a inserção do pescado no cardápio das escolas. A ideia, que teve início em 2011 com a adesão de seis escolas, contemplará 11 instituições de ensino municipais. Cerca de 3.500 alunos serão beneficiados com a ação.

O projeto foi desenvolvido em parceria entre o Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RN) e o poder público local. A ideia é expandir o projeto para municípios da egião Oeste Potiguar, a exemplo de Severiano Melo, Itaú, Felipe Guerra,Rodolfo Fernandes e Umarizal. A expansão deve acontecer nos próximos meses.

O pescado é utilizado para o preparo de hambúrguer, cachorro quente, canja, sopas, risotos, lingüiças e almôndegas servidos às crianças. Os alimentos serão fornecidos pela Associação de Aquicultores de Apodi (Aquapo), que cria os peixes em gaiolas, na Barragem de Santa Cruz, em Apodi. Mensalmente serão entregues cerca de 250 quilos do filé da tilápia.

“Tivemos resultados muito positivos ao longo da implantação do projeto, tanto pelo fato de oferecer uma alimentação saudável quanto pelo caráter social e econômico. Isso nos levou a buscar a ampliação junto à prefeitura local e a outros municípios da região”, explica João Hélio Cavalcanti Júnior, diretor Técnico do Sebrae/RN.

Para Newman Costa, projeto ataca principais gargalos das pequenas economias (Foto: Fred Veras)
Para Newman Costa, projeto ataca gargalos
das pequenas economias (Foto: Fred Veras)
De acordo com a coordenadora da carteira de Aquicultura e Pesca do Sebrae Nacional, Newman Costa, ao manter os recursos no município, projeto ataca um dos principais gargalos das pequenas economias. “Este projeto é importantíssimo. Manter os recursos nos próprios municípios é um dos grandes desafios dos pequenos municípios, e, ao beneficiar criadores locais com a compra direta, o projeto está dando um passo importante para o fortalecimento da economia. Além disso, temos o ganho na saúde das crianças”, avalia.
A nova opção do cardápio causou estranheza no começo, mas agradou os alunos. “Pensei que não ia gostar porque é de peixe, mas gostei de tudo, e mais ainda da sopa de legumes com tilápia”, aprova Neyver Alves, estudante que participou da degustação dos alimentos.

Capacitação

Antes da expansão do projeto, o Sebrae-RN capacitou um total de 37 merendeiras da rede municipal de ensino de Apodi, Rodolfo Fernandes, Umarizal, Itaú, Felipe Guerra e Severiano Melo. Responsáveis diretas pela produção do alimento das crianças, as merendeiras receberam orientações relativas a todo o processo de manipulação produto. Desde a higienização até o processamento do filé da tilápia.
A conclusão das capacitações, que aconteceu em três dias, foi marcada por uma degustação, que contou com a presença de alunos, e representantes dos municípios envolvidos. O projeto de criação de tilápias funciona desde 2006.


Fonte: G1/RN

Nenhum comentário