Breaking News

Chesf garante linhas de transmissão para eólicas no RN até maio de 2014

Complexo Asa Branca fica na região do Mato Grande no RN (Foto: Elisa Elsie)Considerada um dos calos para o desenvolvimento dos parques eólicos no Rio Grande do Norte, a construção das linhas de transmissão de energia deve ser concluída até maio de 2014. Quem garante é o diretor-presidente da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), João Bosco de Almeida, que participou da solenidade de inauguração do Complexo Eólica Parque Asa Branca nesta quarta-feira (25). O complexo funcionará nos municípios deJoão CâmaraParazinho e Jandaíra, que ficam na região do Mato Grande.

"Acredito que até o mês de maio de 2014 todas as linhas de transmissão do Rio Grande do Norte estarão em funcionamento", declarou o diretor-presidente da Chesf. Depois de ser gerada nos campos eólicos, a energia depende das linhas de transmissão para chegar aos consumidores. No entanto, as redes não são de responsabilidade das mesmas empresas que mantêm os parques, e sim da Chesf.

Localizado a 80 quilômetros de Natal, o Complexo Asa Branca recebeu investimentos de R$ 600 milhões e contou com um financiamento de R$ 450 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). Juntos, os seis parques que compõem o complexo gerarão 160 megawatts de energia, o suficiente para abastecer 300 mil residências, número proporcional ao de uma cidade como Natal. O empreendimento foi construído pela empresa ContourGlobal, que possui três projetos no país.

A chefe executiva (CEO) da empresa ContourGlobal na América Latina, Alessandra Marinheiro, ressaltou que a geração deste tipo de energia, que depende diretamente da intensidade do vento, encontra no RN as melhores condições para se desenvolver. "Conseguimos manter uma boa média de 80 MW/hora, mas em meses como setembro e outubro, chegamos a dobrar esse índice”, afirma a executiva.

A governadora Rosalba Ciarlini exaltou o fato do Rio Grande do Norte já dispôr de uma rede eólica ampla, com 13 parques eólicos em funcionamento. Até 2016, a governadora informou que o estado terá outros 98 usinas, sendo 90% delas concluídas até o final de 2014.


Fonte: G1/RN

Nenhum comentário